Jul/14

24

ATIVISMO CULTURAL, SOCIAL E HUMANITARIO

Passar por este mundo, ver tantos problemas e não manifestar-me é impossível. Desde sempre tenho colocado minha opinião sobre os mais diversos temas, especialmente aqueles onde a dignidade e o respeito ao ser humano são colocados num segundo plano, em favorecimento a outros interesses. Assim, resolvi registrar, mesmo desordenadamente, meu ativismo (cultural, social e por tanto humanitário) na rede, com a esperança de que ajude a outros a despertar e juntos a lutar por um mundo melhor.

1997

1997

Poupa-tempo versus esfolamento do povo: Desde sua inauguração em 1996 até o presente momento, com a descentralização de suas unidades pra vários municípios do interior, o POUPA TEMPO do governo do estado de São Paulo é um dos programas/projetos/serviços mais úteis e bem avaliados pela população. E isso não podemos negar ou mesmo deixar de parabenizar seus criadores e todos que apoiaram a continuidade do mesmo até hoje. Mas, este manifesto de indignação não se dirige ao Poupa-Tempo especificamente, mas com um situação “criada” ao redor da unidade de Campinas, ou mais precisamente na do Campinas Shopping. Muitos cidadãos que buscam os serviços do Poupa-tempo, precisam realizar fotocópias de documentos. Muitas dessas pessoas não possuem impressoras ou máquinas fotocopiadoras em casa ou com acesso facilitado. Logo, precisam realizar o serviço junto a unidade. Pois ai reside o que eu acredito ser um “CRIME” contra o consumidor: bem na frente da unidade há uma empresa especializada neste serviço (MP), e que “naturalmente” atende a centenas de pessoas diariamente. Eu pessoalmente estive lá duas vezes e todas elas tive que esperar na fila ou ver a fila. Ou seja, a procura é grande! Pois bem, sabem quanto é cobrado por uma cópia simples (fotocopia preto-branco): nada menos que R$ 1,00 (isso mesmo, um real). Casualmente, tenho acesso aos valores cobrados pelo aluguel de máquinas fotocopiadoras e ao valor estimado de cada copia: entre 0,4 e 0,5 centavos (valor confirmado após consulta na internet). Se acrescermos o valor do papel, gastos com funcionários, aluguel do ponto, impostos, etc, podemos chegar a um valor (super-faturado) de 12-15 centavos. Logo, com um lucro entre 80-100% o valor poderia ser entre 24-30 centavos, muito menos do valor cobrado. Assim, mesmo com um serviço rápido, acessível economicamente a população e bem organizado, como é o Poupa-tempo, vemos como “empresários espertos” conseguem explorar a população e obter lucros astronômicos com o negócio, que, insisto, na minha opinião é um abuso!

Criação: em 2011 de um Blog “Melhoria para a Estrada da Rhodia” de manifesto contra a precariedade e abandono dessa via que representa uma importante ligação entre Campinas e Paulínia – SP.

Apoio: Não foi acidente - Visitem e entendam um pouco da violência no transito. Quem sabe desenvolveremos uma maior consciência sobre esta epidemia da desgraça!

Colaboração: com a ONG Palhaços Sem Fronteiras em parceria com Médicos sem Fronteiras, numa missão humanitária no Sri Lanka, após o Tsunami de 2004.

Coordenação: de uma equipe da UNICAMP no Programa Acadêmico-social-humanitário Projeto Rondon, em 2009 no município de Borba – Amazonas.

« 2014: NOVAS PUBLICAÇÕES

EVENTOS EM 2015 »